Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2009

Mistura

Hoje vou segurar seus cabelos como se fossem meus e devagarzinho fechar seus olhos para nos juntarmos com o breu da noite. Misturando tudo: eu, você e a noite, já não sei de quem são esses beijos, se são seus ou meus.
O vento em minha nuca não sei de onde vem e suas mãos não faço idéia de onde estão. Calor e frio, seco e molhado, claro ou escuro, tanto faz. Hoje tudo é nosso.
Misturando assim que bicho que dá? Mão de um, pé de outro.
Vou vestir sua camisa e te obrigar a usar meu anel. Bem misturado a gente se entende melhor.

óculos escuros

Quem você pensa que é?
Você não é e nunca representou nada!
Eu não gosto de você, não gosto do seu cabelo branco, seu olho é muito fundo, acho até que é meio vesguinho, seu nariz é grande e sua orelha peluda. Rói as unhas e é barrigudo. Suas tatuagens não tem o menor estilo e suas roupas então... teria que te dar um banho de loja e de cultura. Seu gosto musical é terrivel e sua visão politica pior ainda...
Já não me lembro seu nome, nem o nome que te chamava, não me lembro da sua voz e nem o nome que me chamava. Não tenho o menor interesse no que está fazendo agora e nem o que pretende fazer amanhã. Pra mim é tudo bobagem.
Já passei a borracha, já passei um tempo, já deixei esfriar, já enterrei no jardim e já joguei no mar, queimei, deixei o vento levar.
Só quando fecho os olhos, somente assim, não consigo evitar.
Nunca mais tirei os óculos escuros.

Distância

A distância serve para muita coisa.
Se você colocar uma caneta na ponta do seu nariz, não consegue saber nem o formato.
É a única forma de ver, a única forma de sentir, a única forma de compreender. A distância tem cheiro de vento, cor de água e gosto de carvão. Mas tem me feito muito bem. Hoje entendo que é o caminho certo a seguir e não adianta pegar atalho, a estrada amarela deve ser completa, ladrilho por ladrinho.
Só não me esfregue sua foto na cara, não me deixe vacilar, não me deixe lamentar. O caminho tem tantas curvas que eu fico tonta.
Vou permanecer assim, longe, até o carnaval chegar.

Unha

Minha unha nasceu torta.
Um dia olhei e vi um buraco, assim, bem no começo, bem no cantinho. Será que fiz algo errado?
Durante o processo não percebi por onde a falha andava, mas agora eu vi.
Cresce unha, vou te cortar.
Não aguento mais buracos em minha vida.