Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Paixão

A primeira impressão é que dói. Depois desce para a garganta e as palavras não saem, ficam presas no nó que acabou de se formar. Vai para o coração: uma angústia e euforia que não tem para onde expandir. Logo em seguida dá frio na barriga, os joelhos ficam moles, as mãos não sabem para onde ir.
A cabeça quer pensar mas todos os sentidos estão voltados para um único objeto. Ficamos bobos, sem ação, sem raciocínio, mas nos sentindo completos.
Agradeço a Deus, por passar por isso de novo.

A paixão (do verbo latino, patior, que significa sofrer ou suportar uma situação dificil) é uma emoção de ampliação quase patológica. O acometido de paixão perde sua individualidade em função do fascínio que o outro exerce sobre ele. É tipicamente um sentimento doloroso e patológico, porque, via de regra, o indivíduo perde a sua individualidade, a sua identidade e o seu poder de raciocínio.